Um novo conceito de consultoria: Gestão + Comunicação Integrada

Atualizado: 15 de jun. de 2021


Foto: Unsplash

Uma rápida pesquisa no Google demonstra que há diversos tipos de consultoria: marketing, comunicação integrada, recursos humanos, financeira, gestão empresarial. Cada uma dessas trata de uma área específica. No entanto, o que nos propusemos a fazer é algo novo. Um novo tipo de consultoria, pois acreditamos que comunicação integrada e gestão empresarial estão profundamente ligados e não podem ser tratados de maneira independente.


Antes de decidirmos enveredar por esse caminho unindo comunicação e gestão, atendemos clientes com foco apenas em comunicação e vimos na prática que uma gestão ineficiente causa muitos problemas de comunicação, tanto para funcionários quanto para clientes e outros stakeholders. Ao lançar uma campanha de marketing é preciso que toda a operação e a oferta proposta estejam alinhados para que não haja problemas. Toda a operação tem que estar interligada e encadeada de maneira que todas as partes se falem e se entendam, assim os objetivos podem ser alcançados. Por isso, sabemos que oferecer apenas o passo a passo para superar os problemas de comunicação da empresa não é suficiente na grande maioria das vezes. É preciso solucionar os problemas causados pela falta de gestão antes.

Falta de gestão? Pronto, é nessa hora que muitos irão achar estranho - e até mesmo ofensivo - de nossa parte dizer que a empresa não está sendo bem gerida ou que está com problemas significativos de liderança. Sim, falta de gestão. O problema da comunicação é, muitas vezes, um reflexo da falta de gestão, que também poderá ser percebido em outras áreas da empresa.

Os problemas da comunicação estão diretamente ligados à gestão da empresa e vice-versa. Quando as lideranças negligenciam a comunicação de sua organização, seja ela para o ambiente interno ou externo da empresa, inúmeros problemas começam a aparecer. Dentre esses problemas, podemos destacar alguns como: mensagens perdidas, falta de comunicação entre os setores (cada setor falando uma língua e/ou com uma meta), reuniões ineficazes, projetos que não saem do papel, lideranças que não aceitam feedback, dificuldade para definir ou não conhecer o seu público-alvo, uso de tecnologias ultrapassadas, resistência a mudanças necessárias, metas irreais, conflitos de personalidade, entre outros.


Todos esses problemas têm em comum o fato de estarem diretamente ligados tanto à comunicação da empresa quanto à gestão. A chave para encontrar a solução de muitos deles está no rompimento do paradigma atual da empresa e na aceitação de que sua gestão não está sendo eficaz nem eficiente. Mas os problemas relacionados à comunicação vão muito além de mensagens perdidas, metas fora da realidade ou conflitos de personalidades.

A área de vendas, por exemplo, sofre muito com a falta de comunicação efetiva de uma organização. Não consegue visualizar como? Pense em um vendedor que não acredita ou não entende o seu produto, que não teve treinamento, não recebeu orientações claras sobre aquilo que precisa vender e nem como abordar os clientes. Ele não tem conhecimento suficiente sobre os diferenciais do produto nem sobre a empresa que representa e, por isso, não consegue abordar o cliente de maneira efetiva. Assim, dificilmente a venda será concretizada e o cliente, fidelizado.


Esse exemplo deixa claro: comunicação e gestão são interligadas e interdependentes. Para solucionar os ruídos da comunicação temos, antes de tudo, que consertar as falhas na gestão, fazer com que todas as partes da empresa “falem a mesma língua”, conheçam a sua cultura e, principalmente, seus processos. É preciso que todas as peças estejam encaixadas e que a estrutura funcione em harmonia para que tudo saia como planejado, seja em uma grande campanha ou em alguma ação pontual.


Percebeu? Muitas vezes para corrigir falhas na gestão é preciso usar ferramentas e melhorar as técnicas e os processos de comunicação. E para solucionar um ruído de comunicação, corrigir uma falha na ponta do processo ou, simplesmente, manter uma “linguagem padrão” em sua empresa, uma boa gestão é absolutamente necessária. Portanto, na grande maioria das vezes, não é possível solucionar a falta de comunicação sem antes analisar e ajustar a gestão da empresa. E, claro, não é possível melhorar a gestão de uma empresa sem uma comunicação integrada efetiva.



MARIA EDUARDA VAZ

Empreendedora, pós-graduada (bolsista integral por desempenho acadêmico) em Gestão Empresarial e Marketing pela ESPM Rio, formada em jornalismo pela mesma instituição.


RAFAEL SANTORO

Empreendedor, MBA em Gestão, Empreendedorismo e Marketing pela PUCRS, formado em administração pela UNILASALLE-RJ.

25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo